Caixa anuncia 6 meses de carência nas prestações de novos contratos habitacionais
Voltar para o blog

Caixa anuncia 6 meses de carência nas prestações de novos contratos habitacionais

Se você fechou financiamento imobiliário com a Caixa Econômica Federal a partir de 13 de abril tem 6 meses de carência para o pagamento. Isso mesmo, neste período pessoas físicas não precisam pagar as parcelas.

Já para contratos imobiliários antigos de pessoas físicas, permanece o prazo de suspensão de até 3 meses para o pagamento das prestações. De acordo com o Presidente da Caixa, esse prazo pode ser esticado caso a crise se agrave.

COMO SOLICITAR A SUSPENSÃO?

Para ter direito, os clientes devem procurar o banco e solicitar a suspensão. A recomendação é para a utilização dos canais digitais, como banco pela internet, aplicativos para celulares, como o "Habitação CAIXA", além dos telefones 3004-1105 e 0800 726 0505. Para renegociação dos contratos, o cliente pode entrar em contato pelo telefone 0800 726 8068.

OUTRAS MEDIDAS:

- Clientes adimplentes ou com até duas parcelas em atraso poderão optar pelo pagamento parcial da prestação do financiamento, por 90 dias;

- Aos clientes que constroem com financiamento da Caixa (construção individual), será permitida a liberação antecipada de até duas parcelas, sem a vistoria;

- Renegociação de contratos com clientes em atraso entre 61 e 180 dias, permitindo pausa ou pagamento parcial das prestações;

- Pausa de 90 dias no financiamento habitacional, para clientes adimplentes ou com até duas parcelas em atraso, incluindo os contratos em obra.

MEDIDAS PARA EMPRESAS:

- Antecipação de até 20% dos recursos do Financiamento à Produção de empreendimentos para obras a iniciar;

- Antecipação da liberação dos recursos correspondentes a até três meses, limitado a 10% do custo financiado, para obras em andamento e sem atrasos no cronograma;

- Liberação de recursos de financiamento à produção não utilizados pela empresa nos meses anteriores, limitado a 10% do custo financiado;

- Pausa no financiamento à produção de 90 dias, para clientes adimplentes ou com até duas parcelas em atraso, incluindo os contratos em obra;

- Permitir o pagamento parcial da prestação do financiamento, por até 90 dias, para os clientes adimplentes ou com até duas parcelas em atraso;

- Inclusão ou prorrogação de carência por até 180 dias, para os projetos com obras concluídas e em fase de amortização;

- Possibilidade de prorrogação do início das obras por até 180 dias;

- Admitir a reformulação do cronograma de obra, nos casos de contingências na execução por questões decorrentes da pandemia.

Fonte: G1 Economia

Outros posts

  1. Este é o melhor momento da última década para negociar no mercado imobiliário

    Este é o melhor momento da última década para negociar no mercado imobiliário

            O governo federal trabalha com a projeção de injeção de R$ 30 bilhões na economia brasileira neste ano com a liberação dos saques do FGTS inativo. A medida deve movimentar 0,5...

  2. Vem ai 2018, o ano de comprar.

    Vem ai 2018, o ano de comprar.

                 O setor imobiliário, em especial o segmento residencial,  costuma ser um dos últimos a sair de uma recessão. Isso se deve em grande parte à natureza de seu produto, um...

  3. Caixa reduz juros do crédito imobiliário

    Caixa reduz juros do crédito imobiliário

    CAIXA REDUZ JUROS DO CRÉDITO IMOBILIÁRIO Uma semana com boas notícias no setor imobiliário. A partir da segunda-feira, 14, passam a valer as novas taxas com redução de até 1...

Personal Imóveis

fixo
55 3322-4966
claro
55 99198-9898

Personal Imóveis

claro
55 99198-9898
|