Caixa anuncia 6 meses de carência nas prestações de novos contratos habitacionais
Voltar para o blog

Caixa anuncia 6 meses de carência nas prestações de novos contratos habitacionais

Se você fechou financiamento imobiliário com a Caixa Econômica Federal a partir de 13 de abril tem 6 meses de carência para o pagamento. Isso mesmo, neste período pessoas físicas não precisam pagar as parcelas.

Já para contratos imobiliários antigos de pessoas físicas, permanece o prazo de suspensão de até 3 meses para o pagamento das prestações. De acordo com o Presidente da Caixa, esse prazo pode ser esticado caso a crise se agrave.

COMO SOLICITAR A SUSPENSÃO?

Para ter direito, os clientes devem procurar o banco e solicitar a suspensão. A recomendação é para a utilização dos canais digitais, como banco pela internet, aplicativos para celulares, como o "Habitação CAIXA", além dos telefones 3004-1105 e 0800 726 0505. Para renegociação dos contratos, o cliente pode entrar em contato pelo telefone 0800 726 8068.

OUTRAS MEDIDAS:

- Clientes adimplentes ou com até duas parcelas em atraso poderão optar pelo pagamento parcial da prestação do financiamento, por 90 dias;

- Aos clientes que constroem com financiamento da Caixa (construção individual), será permitida a liberação antecipada de até duas parcelas, sem a vistoria;

- Renegociação de contratos com clientes em atraso entre 61 e 180 dias, permitindo pausa ou pagamento parcial das prestações;

- Pausa de 90 dias no financiamento habitacional, para clientes adimplentes ou com até duas parcelas em atraso, incluindo os contratos em obra.

MEDIDAS PARA EMPRESAS:

- Antecipação de até 20% dos recursos do Financiamento à Produção de empreendimentos para obras a iniciar;

- Antecipação da liberação dos recursos correspondentes a até três meses, limitado a 10% do custo financiado, para obras em andamento e sem atrasos no cronograma;

- Liberação de recursos de financiamento à produção não utilizados pela empresa nos meses anteriores, limitado a 10% do custo financiado;

- Pausa no financiamento à produção de 90 dias, para clientes adimplentes ou com até duas parcelas em atraso, incluindo os contratos em obra;

- Permitir o pagamento parcial da prestação do financiamento, por até 90 dias, para os clientes adimplentes ou com até duas parcelas em atraso;

- Inclusão ou prorrogação de carência por até 180 dias, para os projetos com obras concluídas e em fase de amortização;

- Possibilidade de prorrogação do início das obras por até 180 dias;

- Admitir a reformulação do cronograma de obra, nos casos de contingências na execução por questões decorrentes da pandemia.

Fonte: G1 Economia

Outros posts

  1. Vem ai 2018, o ano de comprar.

    Vem ai 2018, o ano de comprar.

                 O setor imobiliário, em especial o segmento residencial,  costuma ser um dos últimos a sair de uma recessão. Isso se deve em grande parte à natureza de seu produto, um investimento fixo d...

  2. Tolerância é essencial para quem mora em condomínios.

    Tolerância é essencial para quem mora em condomínios.

    Manual da boa vizinhança: no isolamento, tolerância é essencial para quem mora em condomínios Reclamações de barulho crescem com famílias em casa. Márcio Rachkorsky, advogado especialista em condomíni...

  3. Por que este é o momento certo para investir em imóveis?

    Por que este é o momento certo para investir em imóveis?

    Que a pandemia da Covid-19 desestabilizou a economia mundial a gente bem sabe, a novidade aqui é que dela surgiu um investimento rentável e de alta lucratividade, isso graças a taxa da Selic no menor...

Personal Imóveis

fixo
55 3322-4966 '
claro
55 99198-9898 '

Personal Imóveis

claro
55 99198-9898 '